Dubladores

Aldo César


Arquivo de Som:

 
Doutor Maki Gero em Dragon Ball Z


 
Biografia:

 
Aldo César foi um dublador Paulistano.
 
Início

 

Aldo César (conhecido também como Aldo Cezar) nasceu em 20 de Dezembro de 1928, na cidade do Rio de Janeiro. Aos 5 anos de idade, Aldo já cantava na Igreja Batista.

 

Rádio Mayrink Veiga

 

Começou a carreira no rádio aos 17 anos na Rádio Mayrink Veiga (1945), como narrador e locutor. Na emissora, participou de diversos programas, entre eles Aquarela Sertaneja (1954).

 

Rádio Ministério da Educação

 

Por volta de 1957, ingressa na Rádio Ministério da Educação.

 

Na emissora, participou, entre outros de Histórias Que a Vida Escreveu, nas peças: Vinte Anos Depois (1957), O Contrato (1957), Boas Festas, Sra. Thompson (1957), Pânico em Nortonville (1958), As Duas Irmãs (1958), Adalbertinho Limão (1958), História de Carnaval (1958), O Ladrão (1958), Crepúsculo (1958), As Rosas Vermelhas (1958), A Técnica do Varela (1958), Fatalidade (1958), entre outras.

 

Também atuou no Grande Teatro PRA-2, em peças como: Prova de Amor (1958), Rio de Janeiro - Verso e Reverso (1958), entre outras.

 

Rádio Tupi - Rio

 

Em 1958, é contratado pelo Grupo Diários Associadas, e ingressa na Rádio Tupi.

 

Aldo Madureira, Alda Cotrim, e Aldo César, da novela Violência (1959)

 

Na emissora, atua em diversas novelas. Entre elas: Outra Face da Lua (1958), Maior Que o Destino (1958), Violência (1958), A Verdadeira Estrada (1959), A Mulher Que Veio de Longe (1959), Sangue Maldito (1959), Noites Sem Lua (1959), Estrela Sem Brilho (1959), Revolta de Um Coração (1959), Engenho das Almas (1959), A Última Esperança (1959), A Última Gargalhada (1959), Ária na Corda de Sol (1959), As Luzes Brilharão Outra Vez (1959), Não Há Luz no Meu Caminho (1959), Cara Suja (1959), Amanhã... Será o Nada!... (1959), Somos Todos Irmãos (1959), Stella Dallas (1960), Bonita Demais (1960), Tarde Demais Para Viver (1960), Anos de Desespero (1960), A Moeda Maldita (1960), Caminhos Sem Luz (1962), Onde Dormem As Estrelas (1960), O Segredo do Castelo de Cliff (1962), Uma Flor na Tempestade (1962), O Preço de Um Erro (1965), entre outras.

 

Em programas, esteve em: Detetive no Ar (1959). Além disso, participa de diversas histórias da série Rádar, O Homem do Espaço (1959).

 

Aldo César (1959)

 

No ano de 1959, estava entre os rádioatores que mais programas faziam na emissora, chegando a estar em 5 programas diários.

 

Também chegou a fazer o Teatro das Cinco, em peças como: Reinaldo, o Grande (1961), entra outras.

 

Rádio Mayrink Veiga

 

Retorna a sua primeira casa em 1965, participando principalmente do Teatro de Gala (1965).

 

TV Tupi - Rio

 

Paulo Gonçalves e Aldo César em Julgamento de Tiradentes (1959)

 

Ao ser contratado pelo Grupo Diários Associadas, começa também a atuar na TV. Sua atuação mais forte começa em 1959, aonde entre outros, participa do Teatro de Equipe, em peças como: O Grande Anatólio (1959), O Julgamento de Tiradentes (1959), Marquesa de Santos (1959), O Avarento (1959), entra outras.

 

Walter Levita, Antônio Laborda, Gordurinha, Aldo César, Aliomar de Matos e Edécio dos Santos (1960)

 

Entre outras atividades na emissora, estão peças no Grande Teatro Tupi, como: Romeu e Julieta (1962), e o programa humorístico: Espetáculos Tonelux (1964), entra outros. Fica na emissora até 1966, quando sai para ingressar na TV Excelsior de São Paulo.

 

TV Excelsior - São Paulo

 

Na TV Excelsior, atuou na novela Redenção (1966).

 

TV Tupi - São Paulo

 
Na Tupi, faz a novela O Rouxinol da Galiléia (1968).

 

TV Bandeirantes

 

Na TV Bandeirantes, faz a novela Nunca é Tarde Demais (1968).

 

TV Tupi - São Paulo

 

Aldo César em O Profeta, de 1977

 

Em 1971, retorna a TV Tupi, fazendo as novelas: Hospital (1971), O Preço de Um Homem (1971), Mulheres de Areia (1973), A Barba Azul (1974), O Profeta (1977), O Direito de Nascer  (1978), e Como Salvar Meu Casamento (1979).

 

TV Bandeirantes

 

Aldo César em Cavalo Amarelo, de 1980

 

Em 1980, voltou a TV Bandeirantes, atuando nas novelas: Cavalo Amarelo (1980), Rosa Baiana (1981).

 

TV Cultura

 

Em 1981, ingressa na TV Cultura. Começa atuando no programa Teleconto, na série: Vingança (1981).

 

Posterior atual nas novelas: Partidas Dobradas (1981), e As Cinco Panelas de Ouro (1982).

 

TV Bandeirantes

 

Aldo César e Bárbara Fázio em A Filha do Silêncio (1982)

 

Novamente na TV Bandeirantes, participa das novelas: A Filha do Silêncio (1982), e Braço de Ferro (1983).

 

TV Globo

 

Na Rede Globo, tem pequenas participações, como no Caso Verdade: Luz do Mundo (1984), e na minisséries: O Tempo e o Vento (1985), entre outros.

 

Rede Manchete

 

Em 1986, entra para a Rede Manchete, aonde atua nas novelas: Dona Beija (1986), e Tudo ou Nada (1986).

 

TV Bandeirantes

 

Pela última vez na Bandeirantes, atua na novela Chapadão do Bugre (1989).

 

SBT

 

Aldo César na Praça é Nossa, ao lado da Modelo Mariette, e do comediante Tutuca.

 

Em 1989, entra no elenco de A Praça é Nossa. Entre diversos personagem, marcou fazendo o mafioso no quadro Ui, Ui, Ui Chefinho, ao lado do comediante Tutuca, e da atriz Alice de Carli, posteriormente substituída pela modelo e atriz Mariette. Ficou 18 anos na emissora.

 

Teatro

 

No Teatro, atuou nas peças: Filhos do Silêncio (1982), ao lado de Irene Ravache, a versão paulista de O Dia Em que Alfredo Virou a Mão (1985), ao lado de Carlos Silveira, Inconfidência Mineira, entre outras.

 

Cinema

 

No cinema, atuou nos filmes Senhora (1976), e Tiradentes, o Mártir da Independência (1977).
 

Dublagem


Na dublagem, entrou por volta de final dos anos de 1950, início dos anos de 1960, passando pela Dublasom Guanabara, TV Cinesom, e outras. Participou em séries famosas da época, como Laramie, e Dr. Kildare.

 

Em 1966 vai para São Paulo trabalhar na TV Excelsior, e é convidado por alguns colegas à comparecer a AIC. No estúdio, é orientado por Older Cazarré, que fez um teste com Aldo para dublar um soldado nazista, já que segundo Older, Aldo tinha um estigma físico para fazer vilões. O que era um teste, acabou sendo definitivo, e com isso se iniciou seu trabalho na empresa, e também se iniciou sua carreira na dublagem em São Paulo, que duraria mais de 30 anos.

 

Além da AIC, passou pelos mais diversos estúdios de São Paulo, como Álamo, Megassom, Mastersound, BKS, entre outras.

 

Rex Harrison

 

Aldo dublou em muitos filmes e desenhos, principalmente em filmes, como MacMillan interpretado por Robert Loggia em Quero Ser Grande, Kris Kringle interpretado por Richard Attenborough em Milagre na Rua 34, Weston interpretado por Sam Hardy em King Kong (1933), Erique Claudin interpretado por Claude Rains em O Fantasma da Ópera, Hendryk Koopman, Ph.D. interpretado por Sam Wanamaker em Correndo Contra o Tempo, Jake Stone interpretado por Jack Palance em Confusão Em Dose Dupla, Max O'Bannon interpretado por Lloyd Bridges em Contagem Regressiva, Sargento Milton Warden interpretado por Burt Lancaster em A Um Passo da Eternidade, Doutor Sebastian Melmoth interpretado por Peter Boyle em O Hábito Faz o Monge, Juiz Samuel Sewall interpretado por George Gaynes em As Bruxas de Salem, Professor Nikolais interpretado por Peter Ustinov em O Óleo de Lorenzo, Chan interpretado por Telly Savalas em Genghis Khan, Umslopogaas interpretado por James Earl Jones em Allan Quatermain e a Cidade do Ouro Perdido, Ben Lewis interpretado por Eli Wallach em Tenha Fé, Morte interpretado por Ian Mckellen em O Ultimo Grande Herói, alem de ter dublado os atores Rex Harrison em Agonia e Êxtase e Cleópatra, Christopher Lloyd em A Maldição de Quicksilver e a segunda dublagem de O Pequeno Chefe Vermelho, entre outros.

 

Dr. Maki Gero

 
Em desenhos fez o Doutor Maki Gero em Dragon Ball Z e no filme Dragon Ball Z - O Retorno dos Andróides, a segunda voz do Rei do Crime na versão dos anos 90 de Homem Aranha, General Ross em O Incrível Hulk, entre outros.

 

Robert Brown


Em séries fez a segunda voz de Rollin Hand interpretado por Martin Landau em Missão Impossível, Jason Bolt interpretado por Robert Brown em E As Noivas Chegaram, entre outros.

 

Aldo César sempre intercalou a carreira de ator e de dublador, e mesmo com tantos trabalhos em novelas era um constante dublador.

 

Falecimento
 
Em 2000, Aldo César teve um infarto, e implantou 3 pontes de safena e uma mamária, mas teve complicações, e foi internado na UTI. No dia 5 de Janeiro de 2001, veio a falecer, tendo deixado um exemplo de excelente ator na dramaturgia, e na dublagem.

 
Trabalhos:

 

Desenhos

 

- Doutor Maki Gero em Dragon Ball Z e Dragon Ball Z - O Retorno dos Andróides
- Comandante do Conselho Galáctico Central em Cassiopéia (Longa-Metragem)

- Rei do Crime (segunda voz) em Homem Aranha (Desenho - Anos de 1990)

- Bender (primeira voz) em Futurama

- General Ross em O Incrível Hulk (Desenho - Anos de 1990)

- Pinsor em Sectaurs - Os Guerreiros de Symbion

 

Filmes

 

- Christopher Lloyd em A Maldição de Quicksilver e O Pequeno Chefe Vermelho (Segunda Dublagem)

- Harvey Keitel em A Última Tentação de Cristo, e Um Drink no Inferno (VHS)

- Jack Palance em Confusão em Dose Dupla, Que Assim Seja, e Trinity

- George Montgomery em Alçapão Sangrento, e Ases do Gatilh

- Brian Cox em Beijos Que Matam, e Medidas Desesperadas

- Robert Loggia em Quero Ser Grande, e O Fio da Suspeita

- Ian McKellen em O Aprendiz, e O Último Grande Herói

- Rex Harrison em Agonia e Êxtase, e Cleópatra
- Kris Kringle (Richard Attenborough) em Milagre na Rua 34
- Rollin Hand (Martin Landau) (segunda voz) em Missão Impossível
- Umslopogaas (James Earl Jones) em Allan Quatermain e a Cidade do Ouro Perdido
- Ben Lewis (Eli Wallach) em Tenha Fé
- Jacob Fuller (Harvey Keitel) em Um Drink no Inferno (VHS)
- Dr. Sebastian Melmoth (Peter Boyle) em O Hábito Faz o Monge
- Juiz Samuel Sewall (George Gaynes) em As Bruxas de Salem
- Professor Nikolais (Peter Ustinov) em O Óleo de Lorenzo
- Chan (Telly Savalas) em Genghis Khan
- General Taylor (John P. Ryan) em Comando Delta 2 - Conexão Colômbia
- Sgt. Milton Warden (Burt Lancaster) em A Um Passo da Eternidade
- Richard H. Copleston (William Daniels) em Tudo em Família (1981)
- Max O'Bannon (Lloyd Bridges) em Contagem Regressiva
- Dr. Cecil Chambers (John Neville) em Viagem ao Centro da Terra (1993)
- Hendryk Koopman, Ph.D. (Sam Wanamaker) em Correndo Contra o Tempo
- Jake Stone (Jack Palance) em Confusão Em Dose Dupla
- Erique Claudin (Claude Rains) em O Fantasma da Ópera
- Orv Esterly (James Harrison) em Vale da Vingança
- White Tiger (Kris Lord) em Arrebentando Em Nova York
- Isaac (Joss Ackland) em Jacó
- Edward Drayton (Bernard Miles) em O Homem Que Sabia Demais
- Herb Denning (Dick Miller) em Matinee - Uma Sessão Muito Louca
- Weston (Sam Hardy) em King Kong (1933)
- Victor Malucci (Abe Vigoda) em Punhos de Honra
- Marion Chigwell (Daniel Davis) em Havana

 

Séries

 

- Jason Bolt (Robert Brown) em E As Noivas Chegaram

- Martin Landau (Rollin Hand) (segunda voz) em Missão Impossível (1966)

- Michael Shillo (Ezra) em Masada

 

Fontes: Jornal das Moças, Acervo Pessoal, Dublanet, Correio da Manhã, O Jornal, Diário da Noite, A Noite, Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, O Teatro Adulto na Cidade de São Paulo na Década de 1980, Dramaturgia Brasileira - In Memoriam.