Dubladores

Antônio Patiño


Arquivo de Som:

 
Det. Sgt. John Taggart em Um Tira da Pesada


 

 
Biografia:

 
Antônio Patiño foi um dublador Carioca.
 
Antônio Patiño nasceu em 14 de Outubro de 1929 em Santos, São Paulo. Começou a carreira como ator.

 

Teatro

 

Antônio começou a carreira cedo no teatro. Em 1951, integrava o Grupo dos Quixotes do Teatro Experimental Extra-Escolar, fazendo parte do Curso Pratico de Serviço Nacional de Teatro (SNT).

 

Antônio Patiño (1961)

 

Pelo grupo, atuou nas peças: O Regresso (1951), ao lado de Wanda Kosmo, Gerusa (1951), poema dramático, e Abertura de Um Testamento (1951). Permaneceu a serviço do grupo até 1952, aonde além das peças citadas, também realizava declamações poéticas.

 

No mesmo ano, integrou o Teatrinho Tio Pachoal, na peça: Carnaval dos Bichos (1951).

 

Antônio Patiño, Fernanda Montenegro e outros

 

Sua primeira companhia de teatro foi também em 1951, na Companhia João Villaret, aonde atuou nas comédias: O Grande Inspetor (1951), Loucuras do Imperador (1952), de Paulo Magalhães, e Está Lá Fora Um Inspetor (1952).

 

Na companhia, esteve ao lado de Fernanda Montenegro, Osvaldo Louzada, Yara Cortez, Sadi Cabral, Maria Fernanda, Carlos Tovar, entre outros. Paulo Magalhães era o diretor da companhia.

 

Antônio Patiño

 

Em 1952, esteve na Companhia O Tablado, de Maria Clara Machado e Martim Gonçalves, aonde atuou em uma peça de Cecília Meireles. Ficou muito pouco tempo na Companhia.

 

Entre 1953 e 1954, ficou atuando apenas na TV Tupi, regressando aos palcos em 1955, pela Companhia Carlos Lacerda, na peça: O Rio (1955), com Maria Fernanda.

 

No mesmo ano, ingressa na Companhia de Comédias da Aimée, aonde atua em: Esposa em Circulação (1955). Na companhia, esteve ao lado de Aimée, Ambrósio Fregolente, Magalhães Graça, entre outros.

 

Ana Edler e Antônio Patiño (1958)

 

Em 1956, foi para a Bahia com Ana Edler, atuar na Reitoria da Universidade da Bahia, ajudando atores amadores locais.

 

Na escola, criaram o grupo A Barca, que encenou as peças O Auto da Cananéia (1956), de Gil Vicente, ao lado de Ana Edler, e os alunos Nevolanda Amorim, Nilda Spencer, Walter Ruy dos Santos, Carlos Petrovich, João Gama, Hírcio Peixoto, Roberto Assis, Paulo Salles e Sonia Gabbi, e Senhorita Julia (1958). Antônio também dirigiu a peça: A Almanjarra (1958).

 

Antônio Patiño

 

Antônio também participou de outras apresentações teatrais, como do Recital de Poesia e Teatro Luso-Brasileiro, ao lado da colega Ana Edler, e de Sonia Gabbi e Othon Bastos, no I Congresso Brasileiro de Língua Falada no Teatro.

 

Também esteve na Companhia Teatro da Fonte, aonde atuou na peça: A Descoberta do Novo Mundo (1956).

 

Em 1957, o reitor da Universidade da Bahia cria uma escola de teatro, e Antonio vai ministrar na mesma, ao lado de outros atores cariocas. Na escola, entre outros, ensinava a caracterização de personagens.

 

De volta ao Rio de 1959, é convidado pelo grupo Teatro de Marionetes "Tatu", do Teatro de Arte dos Titereiros Unidos, que tinha parceria com sua antiga escola de teatro, a Escola Dramática do Serviço Nacional do Teatro, na peça: A Tempestade (1959), ao lado de atores do próprio SNT.

 

Ainda em 1959, atua na peça: Esquina Perigosa (1959), com Glória Ladany e Aurimar Rocha.

 

Antônio Patiño

 

A Companhia Tonia-Celi-Autran, chega poucos tempo depois, aonde atua na peça: A Torre de Mafim (1959), ao lado de Tônia Carrero, Paulo Autran, e Margarida Rey.

 

Em seguida, ingressa na Companhia Studio A, aonde atua na peça: Society em Baby Doll (1959-60), com Andre Villon, Odete Lara, e Domingos Martins, e Liana Duval.

 

Em 1961, atua no Teatro de Bolso, na peça: Procura-Se Uma Rosa (1961), ao lado de Agildo Ribeiro, Jece Valadão, Norma Benguel, Araci Cardoso, e Dirce Migliaccio.

 

Na Companhia Cilo Costa, esteve em 1962, na peça: Feliz Assassinato (1962), ao lado de Paulo Padilha, e Renato Restier.

 

Otoniel Serra, Maria Teresa Barroso, Antonio Patino, e Tais Muniz Portinho (1968)

 

Posteriormente, atuou nas peças: Disque M Para Matar (1962), ao lado de Herval Rossano, Francisco Milani, e Edson Silva, Bonitinha, Mas Ordinária (1962), Victor Ou As Crianças no Poder (1963), com Ítalo Rossi, e Maria Fernanda, Sonho de Uma Noite de Verão (1963), ao lado de Thereza Amayo, Maria Pompeu, e Roberto Faissal, e A Noite de 16 de Janeiro (1964), de Fábio Sabag, ao lado de Maria Pompeu, Zilca Salaberry, Tereza Amayo, Moacir Deriquém, Sadi Cabral, Francisco Milani, e Edson Silva.

 

Antônio Patiño em Teia da Aranha (1971)

 

Em 1964, ingressa na Companhia Sociedade de Teatro, atuando na pela: A Guerra Mais Ou Menos Santa (1964), com Arthur Costa Filho, Beatriz Veiga, Thereza Amayo, Lafayette Galvão, e Elza Gomes.

 

No restante da década de 1960, atuou nas peças: Procura-Se Uma Rosa (1965), com Agildo Ribeiro, Dirce Migliaccio, e Francisco Milani, Paraíba, Vida e Morte de Um Bandido (1966), com Jace Valadão, Ítalo Rossi, Jardel Filho, e Milton Gonçalves, Tiradentes Revistado / Arena Contra Tiradentes (1968), e Antígona (1969-70), com José Wilker.

 

Leo Jusi, Mário Gomes, Antônio Patiño, Suely Franco, e Patrícia Bueno (1976)

 

Nos anos de 1970, esteve nas peças: A Teia de Aranha (1970-71), com Theresa Amayo, Os Últimos (1971), com Eleonor Bruno, e Ana Ariel, O Interrogatório (1972), com Fernanda Montenegro, Otávio Augusto, e Rogério Fróes, Equus (1976-77), com Rogério Fróes, Betina Viany, e A Família Que Mata Unida (1976), com Suely Franco, José Wilker, e Arthur Costa Filho.

 

TV Tupi

 

Na TV, ingressou pela Tupi no início da emissora no Rio de Janeiro, no início de 1951.

 

Na emissora, atuou primeiramente em programas que contavam histórias brasileiras e do teatro nacional e mundial.

 

Antônio Patiño como Pedro Álvares Cabral

 

Entre esses programas, temos o programa Especial, em peças como: História do Teatro Brasileiro (1951), A Vida de Santos Dumont (1951).

 

Também atua no programa História do Teatro Universal, em peças, como: Antigona (1951), com Paulo Porto, Fernanda Montenegro, e Sadi Cabral.

 

Antônio Patiño e Fernanda Montenegro

 

Tem forte atuação também em peças de teatro policial, como no programa Teatro Policial de Chianca de Garcia, em peças como: Uma História Para Crianças (1951), ao lado de Ambrósio Fregolente, Elia Bernard, e os Curumins.

 

Antônio Patiño

 

Também atua no programa Teatro Policial, em peças como: Esporte Perigoso (1953), ao lado de Lourdes Mayer, Alcino Diniz, e Raimundo Furtado.

 

TV Rio

 

Em 1955, é contratado pela TV Rio, sendo também na emissora um dos primeiros atores a aparecem na tela.

 

Glauce Rocha e Antônio Patiño (1956)

 

Na emissora, atuou no programa teatral, Teatro do Rio, em peças, como: Os Inimigos Não Mandam Flores (1955), O Diabo Cospe Vermelho (1956), Um Jogador (1956), e Não Sou Eu (1956).

 

Entre 1956 e 1959, esteve fazendo teatro na Bahia, retornando a emissora em 1960.

 

Suely May e Antônio Patiño

 

Na época, atuou muito no programa Stúdio A, em peças como: A Pele de Onagro (1960), ao lado de Ávaro Aguiar, Edmundo Maia e Domingos Martins, Dois Tímidos (1960), ao lado de Eva Todor, A Cinderela (1960), ao lado de Eva Todor, Álvaro Aguiar, Elza Gomes, e Dulce Martins.

 

TV Tupi

 

Por volta de 1961/62, ingressa novamente na TV Tupi.

 

Antônio Patiño e Eva Todor

 

Na ocasião, esteve em vários programa de teleteatro da casa. Entre eles, o programa Tele-Teatro Infantil, em peças, como: Maria Quitéria (1962), ao lado de Riva Blanche.

 

TV Rio

 

Antônio Patiño e Cláudio Cavalcanti

 

Por conta de sua grande atuação no teatro, têm uma hiato de mais ou menos 4 anos da televisão, voltando a mesma pela TV Rio, na novela: O Pecado de Ser Mãe (1966).

 

TV Tupi

 

Antônio Patiño e Marília Pêra

 

Com mais um hiato teatral, e agora também cinematográfico, Antônio é contratado também para a atuação em mais uma novela, agora na TV Tupi. Trata-se de Um Gosto Amargo de Festa (1969).
 

Rede Globo

 

Antônio Patiño nos anos de 1970

 

Com mais uma longo afastamento da televisão, é contratado em 1972 pela Rede Globo, aonde faria uma intensa carreira por pouco mais de 10 anos.

 

Glória Menezes e Antônio Patiño em O Semideus (1973)

 

Última Valsa (1972), Selva de Pedra (1972), O Semideus (1973), Corrida do Ouro (1974), Bravo! (1975), Estúpido Cupido (1976), Dona Xepa (1977), Sinhazinha Flô (1977), Maria, Maria (1978), Gina  (1978), Pecado Rasgado (1978), Marina (1980), O Amor É Nosso (1981), Sétimo Sentido (1982), e Pão Pão, Beijo Beijo (1983).

 

Dublador de Bruce Kane 


Em programas humorísticos, dublou o personagem Bruce Kane interpretado por Chico Anysio na série sátira americana Bruce Kane (1982).

 

Antônio Patiño

 

Em séries, fez participações em Sitio do Picapau Amarelo, em episódios como: O Outro Lado da Lua (1978).

 

Cinema

 

Paraíba, Vida e Morte de Um Bandido (1966)


No Cinema, começou em 1959 no filme Um Caso de Polícia (1959). Posteriormente, atuou nos filmes A Grande Feira (1961), 22-2000 Cidade Aberta (1965), Cuidado, Espião Brasileiro Em Ação (1966), Paraíba, Vida e Morte de Um Bandido (1966), 007 1/2 no Carnaval (1966), Os Viciados (1968), Jovens Pra Frente (1968), A Noite do Meu Bem (1968), A Um Pulo da Morte (1969), Memórias de Um Gigolô (1970), André, a Cara e a Coragem (1971), Rua Descalça (1971), Independência ou Morte (1972), Deixa, Amorzinho... Deixa (1975), Intimidade (1975).

 

Antônio Patiño e Grande Otelo

 

Em 1962, participou de uma produção franco-brasileiro-argetina para o cinema, chamada Perigo na Hora da Sesta (1962), aonde Patiño dublou o filme para o idioma português, ao lado de outros atores brasileiros, como Glauce Rocha.

 

Antônio Patiño

 

Um fato curioso é que boa parte dos filmes aonde Antônio atuou, foram feitos pela Herbert Richers, empresa na qual trabalhava com dublagem desde o início dos anos de 1960.

 

Prêmios

 

Antônio Patiño e Aérton Perlingeiro (1961)

 

Em Outubro de 1961, ganhou o troféu do prêmio que Aérton Perlingeiro fazia mensalmente em seu programa, o Aérton Perlingeiro Show, como melhor ator de teatro.

 

Vida Pessoal

 

Maria Luisa, Antônio, Andrea e Rodrigo

 

Antônio se casou em 23 de Março de 1957, na igreja do Convento de Santo Antônio, no Largo do Carioca, com Rachel Torres de Castelo Branco (Rachel Castello Branco Patiño). Da união, nasceram Rodrigo, Maria Luisa, Andrea, e Marília.

 

Sua esposa Rachel, faleceu por volta de 1996 por decorrência de um AVC, e sua filha Marília faleceu em 2000, vitima de câncer.

 

Dublagem


Na dublagem entrou em 1960, muito provavelmente convidado por atores ou diretores com quem atuara na TV Rio. Em seu início, esteve na Dublasom Guanabara, CineCastro, e TV Cinesom.

 

Antônio Patiño (1962)

 

Já nos anos de 1970, ingressa na Herbert Richers, Peri Filmes, Telecine, e Tecnisom. Nos anos de 1980, permanece na Peri e Telecine, mas com grande atuação na Herbert Richers. No final dos anos de 1980, também esteve na VTI e Delart, nas quais teve pouca atuação.

 

Antônio Patiño nos anos de 1980

 

Antônio teve momentos de grande e nula atuação na dublagem durante os anos de 1960 e 1970, por conta da TV, Teatro e Cinema. Sua atuação na dublagem se tornou mais constante por volta de meados/final dos anos de 1970. Nos anos de 1980, já era uma das vozes mais escalada para personagens na dublagem nacional.

 

Anthony Quinn

 

Entre os trabalhos de sua extensa lista de trabalhos, está principalmente os realizados em filmes. Entre eles, temos atores que foram tarimbados com a voz de Antônio, como Anthony Quinn em Barrabás, e Duelo de Titãs, Geoffrey Keen nas dublagens de 007, Charlton Heston em A Última Esperança da Terra, e Planeta dos Macacos (1968), Desmond Llewelyn também nos filmes de 007, Bud Spencer em A Volta De Trinity/Os Encrenqueiros, e Aladdin, Boris Karloff em A Câmara do Terror, e na primeira dublagem de O Terror, Robert Duvall em Colors - As Cores da Violência, e nos 2 primeiros filmes de O Poderoso Chefão, Richard Harris em Tarzan - O Filho das Selvas, e Vingança do Homem Chamado Cavalo, Richard Burton em Gente Muito Importante, e Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?, Henry Fonda em A Primeira Vitória, e Uma Batalha no Inferno, Gene Hackman em Os Imperdoáveis, e Uma Ponte Longe Demais, Rod Steiger na primeira dublagem de O Especialista, e Quando Explode a Vingança, Vincent Price em A Canção de Bernadette, e Os Três Mosqueteiros (1948), Gregory Peck em A Noite da Emboscada, e Teu Nome é Mulher, John Ashton nos 2 primeiros filmes de Um Tira da Pesada, Dennis Weaver em Encurralados, e McCloud, entre outros.

 

John Ashton em Um Tira da Pesada

 

Além disso, também foi a voz de atores, como John Wayne em O Álamo, Walter Matthau em Adorável Trapaceiro, Richard Attenborough na segunda dublagem de Fugindo do Inferno, Ernest Borgnine em Vikings, Os Conquistadores, Marlon Brando em Júlio César (1953), Howard Hesseman em Loucademia de Polícia 2: A Primeira Missão, George R. Robertson em Loucademia de Polícia 3: De Volta Ao Treinamento, John Cleese em Silverado, Mel Brooks em Sou Ou Não Sou, James Coburn em Maverick, Lee Van Cleef na segunda dublagem de Fuga de Nova York, Robert Stack) em Apertem Os Cintos, o Piloto Sumiu!, Trevor Howard em O 3º Homem, Toshiro Mifune na primeira dublagem de Grand Prix (1966), Clive Revill em O Lobo do Mar, Burgess Meredith em Joe é Muito Vivo, Burt Lancaster em O Retorno de Valdez/Quando os Bravos se Encontram, E.G. Marshall em Férias Frustradas de Natal, Humphrey Bogart em Uma Aventura na África, James Stewart em O Preço de Um Homem, John Goodman em Vítimas de Uma Paixão, Lee Marvin em Os Doze Condenados: A Nova Missão, Liam Neeson na primeira dublagem de Excalibur, Mickey Rooney em O Corcel Negro, Robert Ryan em Conspiração do Silêncio, Robert Shaw em O Homem Que Não Vendeu Sua Alma, Victor Buono em O Que Terá Acontecido a Baby Jane?, entre outros.

 

Zordon em Power Rangers

 

Em séries, foi Ron Harper em Planeta dos Macacos, Robert Starck em Os Intocáveis, Zordon em Power Rangers (1993), Don Alejandro de la Vega na dublagem dos anos de 1990 de Zorro, Dr. Jack Kayson em Plantão Médico, entre outros.

 

Tio Patinhas

 

Em desenhos, fez a voz dos personagens Zecas Mussarela em Os Mussarelas, Reed Richards em Os Quatro Fantásticos, Fleegle em Banana Splits, Tio Patinhas em Duck Tales, Apocalypse/En Sabah Nur em X-Men, Tio Chico em A Família Addams (1992), Oliveira da Figueira em As Aventuras de Tintin, Guarda Growler em A Nossa Turma, Rei Loiue em Esquadrilha Parafuso, Mário em Super Mario Bros, Bushwhacker Bob em Taz-Mania, Hordak em She-Ra, Jazz em Transformers, Space Ghost em Space Ghost (1981), Rex Charger em Centurions, entre outros.

 

Em novelas, dublou os personagens Carlos Larios em Ambição, e Ricardo Ponte em Alcançar Uma Estrela 2.

 

Antônio Patiño nos anos de 1970


Antônio se afastou da dublagem por volta de 1996/97, depois do falecimento de sua esposa. Chegou a retornar a profissão, mas meses depois se afasta por completo.

 

Antônio Patiño e seu filho Rodrigo (2013)

 

Antônio veio a falecer no dia 1 de Setembro de 2014. Antônio já tinha vários problemas de saúde, e fazia hemodiálise há anos.


Trabalhos:

 

Filmes

 

- Anthony Quinn em A Bela e o Renegado, Barrabás, Caminhando Sob a Chuva de Primavera, Duelo de Titãs, Fúria Audaciosa, Império do Crime, O Segredo de Santa Vitória (1ª Dublagem), Sede de Viver (1ª Dublagem), e Um Blefe de Mestre

- Geoffrey Keen em 007 - Marcado Para a Morte (2ª Dublagem), 007 Contra o Foguete da Morte, e 007 Contra Octopussy, 007 - O Espião que me Amava (2ª Dublagem)

- Charlton Heston em A Última Esperança da Terra (1ª Dublagem), A Viagem Proibida, Equus, Os Comandos Atacam Rommel, Planeta dos Macacos (1968), e Vôo 502 em Perigo

- Desmond Llewelyn em 007 - Marcado Para a Morte, e 007 - Somente Para os Seus Olhos, e 007 Contra o Homem Com a Pistola de Ouro

- Bud Spencer em A Volta De Trinity/Os Encrenqueiros (1ª Dublagem), Aladdin, Banana Joe (2ª Dublagem), e Os Dois Super Tiras de Miami (1ª Dublagem)

- Richard Widmark em Coma, Dá-Me Tua Mão (2ª Dublagem), Julgamento em Nuremberg, e Montanhas Ardentes

- Boris Karloff em A Câmara do Terror, O Corvo (2ª Dublagem), O Terror (1ª Dublagem), e Serenata Macabra

- Robert Duvall em Colors - As Cores da Violência, O Poderoso Chefão, e O Poderoso Chefão - Parte 2

- Walter Brennan em Apóiem Seu Xerife Local/Uma Cidade Contra o Xerife, e Paixão dos Fortes,

- Arthur Kennedy em A Batalha de Anzio, Deus Sabe Quanto Amei, e Entre Deus e o Pecado

- Richard Harris em Tarzan - O Filho das Selvas, e Vingança do Homem Chamado Cavalo
- Andreas Katsulas em Marcados Pelo Ódio, O Fugitivo (1ª Dublagem) e Perigo na Noite

- Richard Burton em Gente Muito Importante, e Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?

- Henry Fonda em A Primeira Vitória, Ginetes Estrépitos e Uma Batalha no Inferno

- Gene Hackman em Os Imperdoáveis, Uma Ponte Longe Demais, e Wyatt Earp

- Rod Steiger em O Especialista (1ª Dublagem), e Quando Explode a Vingança

- Vincent Price em A Canção de Bernadette, e Os Três Mosqueteiros (1948)

- Gregory Peck em A Noite da Emboscada, e Teu Nome é Mulher

- Gary Cooper em Adorável Vagabundo, e O Galante Mr. Deeds

- Joe Spinell em Rocky - Um Lutador, e Rocky 2 - A Revanche

- John Ashton em Um Tira da Pesada, e Um Tira da Pesada 2

- Howard Duff em Kramer VS Kramer, e Sem Saída

- Dennis Weaver em Encurralados, e McCloud
- Coronel Davy Crockett (John Wayne) em O Álamo

- Tony Dallas (Walter Matthau) em Adorável Trapaceiro

- Bartlett "Big X" (Richard Attenborough) em Fugindo do Inferno (2ª Dublagem)

- Ragnar (Ernest Borgnine) em Vikings, Os Conquistadores

- Mark Antony (Marlon Brando) em Júlio César (1953)
- Capt. Peter Lassard "Pete" (Howard Hesseman) em Loucademia de Polícia 2: A Primeira Missão
- Chefe Hurst (George R. Robertson) em Loucademia de Polícia 3: De Volta Ao Treinamento

- Xerife John T. Langston (John Cleese) em Silverado
- Frederick Bronski (Mel Brooks) em Sou Ou Não Sou
- Commodore Duvall (James Coburn) em Maverick

- Hauk (Lee Van Cleef) em Fuga de Nova York (2ª Dublagem)

- Rex Kramer (Robert Stack) em Apertem Os Cintos, o Piloto Sumiu!

- Major Calloway (Trevor Howard) em O 3º Homem

- Izo Yamura (Toshiro Mifune) em Grand Prix (1966 - 1ª Dublagem)

- Thomas C. Mugridge "Cookie" (Clive Revill) em O Lobo do Mar

- Charlie Lightcloud (Burgess Meredith) em Joe é Muito Vivo

- Valdez (Burt Lancaster) em O Retorno de Valdez/Quando os Bravos se Encontram

- Art (E.G. Marshall) em Férias Frustradas de Natal

- Charlie Allnutt (Humphrey Bogart) em Uma Aventura na África

- Howard Kemp (James Stewart) em O Preço de Um Homem

- Det. Sherman (John Goodman) em Vítimas de Uma Paixão

- Maj. John Reisman (Lee Marvin) em Os Doze Condenados: A Nova Missão

- Gawain (Liam Neeson) em Excalibur (1ª Dublagem)

- Henry Dailey (Mickey Rooney) em O Corcel Negro

- Reno Smith (Robert Ryan) em Conspiração do Silêncio

- Henry VIII (Robert Shaw) em O Homem Que Não Vendeu Sua Alma

- Edwin Flagg (Victor Buono) em O Que Terá Acontecido a Baby Jane?
- Ministro da Defesa (Geoffrey Keen) em 007 - O Espião Que Me Amava (1ª e 2ª Dublagem)
- Tenente Eckhardt (William Hootkins) em Batman (1ª e 2ª Dublagem)
- Robert C. McGuire (Arthur Senzy) em Questão de Honra
- Prefeito Tilman (R. Lee Ermey) em Mississipi em Chamas
- Doutor Arthur Bramson (William Schallert) em O Incrível Homem Que Encolheu
- Coronel John Harker (Nigel Green) em Tobruk
- Det. Murphy (Juddson Pratt) em A Tortura do Silêncio
- Detetive Gallagher (Frank Faylen) em Chaga de Fogo
- O Coletor (Frank Thring) em Mad Max 3 - Álem da Cúpula do Trovão
- Clint Stark (Arthur O'Connell) em As 7 Faces do Dr. Lao
- Dr. Bruner (Gerald R. Molen) em Rain Man
- Sr. Martin (Douglas Byng) em Hotel Paradiso
- Sargento Tate (Danny Darst) em O Silêncio dos Inocentes
- Tio Willie (Louis Calhern) em Alta Sociedade
- Capitão Ed Murphy (Steve Kahan) em Máquina Mortífera 3
- Prefeito (John Crawford) em Sem Medo da Morte
- Al Kirkeby (David Lewis) em Se Meu Apartamento Falasse
- Verne Coolan (Louis Calhern) em O Caminho do Diabo
- Carl Pitt (Alan Hale) em O Gavião do Mar
- Carrincha (Ignazio Spalla) em Sabata: O Homem Que Veio Para Matar
- Bispo de Hereford (Harold Innocent) em Robin Hood - O Príncipe Dos Ladrões
- Ray Court (Gerry Bamman) em O Guarda-Costas
- Nathan White (John P. Ryan) em Desejo de Matar 4 - Operação Crackdown
- Trudeau (Fred Dalton Thompson) em Duro de Matar 2
- Maj. Henry Terrill (Charles Bickford) em Da Terra Nascem Os Homens
- Roy Comstock (Hugh Marlowe) em O Homem de Alcatraz
- Hans Lehman (John Van Dreelen) em A Fórmula

- Graile (Nehemiah Persoff) em Os Comancheros
- Capitão Hendrick Lindemann (Stuart Whitman) em Galeria do Terror
- Gazzo (Joe Spinell) em Rocky - Um Lutador
- Pai do Popeye (Ray Walston) em Popeye - O Filme

 

Séries

 

- Alan Virdon (Ron Harper) em Planeta dos Macacos

- Eliot Ness (Robert Starck) em Os Intocáveis

- Zordon (David Fielding/Robert L. Manahan) em Power Rangers (1993)

- Major Garland Briggs (Don S. Davis) (segunda voz) em Twin Peaks

- Don Alejandro de la Vega (George J. Lewis) em Zorro (Dublagem Anos de 1990)

- Leonard Snart/Senhor Frio (Michael Champion) em The Flash

- Dr. Jack Kayson (Sam Anderson) em Plantão Médico

 

Desenhos


- Reed Richards em Os Quatro Fantásticos (Dublasom Guanabara)
- Fleegle em Banana Splits
- Porthos (primeira voz) em Os Três Mosqueteiros
- Bomba em A Volta Ao Mundo em 79 Dias
- Ed Chefe em Os Tremendões
- Zecas Mussarela em Os Mussarelas
- Leão da Montanha em A Turma do Zé Colméia
- Agitado em Treme-Treme
- Tio Patinhas em Duck Tales, e Duck Tales - O Tesouro da Lâmpada (Longa-Metragem)

- Carl Beaumont em Batman: A Máscara do Fantasma (Longa-Metragem)

- Oliveira da Figueira em As Aventuras de Tintin

- Rei do Crime em Loucademia de Polícia
- Apocalypse/En Sabah Nur em X-Men
- Tio Chico em A Família Addams (1992)

- Guarda Growler em A Nossa Turma
- Comissário James Gordon (terceira voz) em Batman - Série Animada

- Senhor Cabeça de Batatas em Toy Story: Um Mundo de Aventuras (Longa-Metragem)

- Sherlock Holmes, e Ajudante Ratagão 2 em As Peripécias do Ratinho Detetive (Longa-Metragem)

- Rei Loiue em Esquadrilha Parafuso

- Mário e Mario Mario (Lou Albano) em Super Mario Bros
- Bushwhacker Bob em Taz-Mania
- Hordak em He-Man e She-Ra - O Segredo da Espada Mágica, e She-Ra - A Princesa do Poder

- Matreiro em Capitão Planeta
- Jazz em Transformers, e Transformers - O Filme
- Rex Charger em Centurions

- Líder Monstro Fantasma em Pacman - O Comilão

- Cop-Tur em Gobots
- Habbib em Charlie Chan
- Space Ghost em Space Ghost (1981)

- Berserko em C.O.P.S.

- Mestre Logray em Ewoks

- Sumo-Sacerdote Caifás em Desenhos Bíblicos

 

Novelas

 

- Carlos Larios (Raúl Meraz) em Ambição

- Ricardo Ponte (Pedro Weber "Chatanuga") em Alcançar Uma Estrela 2

 

Links Relacionados:

 

Os Maiores dos Desenhos - 10/10/2012

 

Fontes: Dramaturgia Brasileira - In Memoriam, Andrea Patiño, Todo Teatro Carioca, Dublanet, Acervo Pessoal, Correio da Manhã, O Cruzeiro, Ricardo Salles Zardoz, Augusto Bisson, Denilson Monteiro, Vanderlei Oliveira, Cláudio Caparica, Wikipédia, IMDB, Jornal do Brasil, Revista do Rádio, Viva o Drama!, Capas de Filmes Grátis, Anais da Biblioteca Nacional, Diário de Notícias, O Jornal, Free Clipart Website, Aficionados, Aveleyman, Mas Não Ande Por Aí Nua Em Pelo, Paulo Magalhães, Globo Editora, Patrício Alves, Rodrigo Pinheiro, Michael Catherine, Tela de Cinema, Dubladores brasileiros.