Artigos

Artigos de Revistas

Entrevista com Eduardo Ribeiro para a edição N° 135 de Fevereiro de 1998 da Revista Herói, falando sobre sua carreira e sobre o seu personagem em Yu Yu Hakusho.

P. h.  bateu um papo com Eduardo Ribeiro da Silva ou simplesmente Duda, que empresta a voz ao personagem Kurama de Yu Yu Hakusho.  

Como começou sua carreira?

Em 1992, na Cinevídeo. Quem me levou pra lá foi meu Tio Ricardo Ribeiro, que hoje também é dono da Áudio News, junto com o Marco Ribeiro, meu primo e dublador do Yusuke.

E o primeiro personagem marcante, qual foi?

Foi o Kelly Slater, que era o maior surfista do mundo. Isso foi na série S. o. s Malibu (Baywatch).

E a partir daí, o que mais pintou?

Fui parar na Herbert Richers e, um ano depois, na Vti.

E dá pra viver de dublagem?

Dependendo das horas trabalhadas dá pra tirar um dinheiro. Mas tenho de passar o dia inteiro trabalhando, fazendo um rodízio entre as nove empresas de dublagem que existem no Rio. Nas horas vagas, sou músico e canto sempre que posso.

 

Fale sobre seu personagem Kurama.

O curioso desse personagem é que, no começo, a gente não sabia se era homem ou mulher! Rolava uma certa androginia. Tanto que, no teste para pegar o trabalho, disputei a vaga com duas dubladoras: Marisa Leal e Mônica Rossi. Inclusive, a Marisa (que fazia a Brenda em Barrados no Baile) foi escolhida e começou a dublar só que o pessoal da distribuidora de São Paulo acabou optando por uma voz masculina e eu comecei a dublar o Kurama.


E o seu casamento com a Fernanda, que também é dubladora do Yu Yu Hakusho?

Ah, ta dando supercerto, e hoje temos um filhinho. Difícil vai ser ele não virar dublador também!

 

Alem de marido da Fernando Crispim, você também é primo do Marco Ribeiro, dublador do Yusuke. Isso ajuda nas gravações?

Claro, acaba virando uma grande farra! O complicado é reunir a turma toda de dubladores, pois gravamos separadamente.

Voltando aos personagens, o que mais você fez, além do Kelly Slater?

Faço o Rocky, dos Power Rangers e o Data, de Jornada nas Estrelas - A Nova Geração. Fiz também o Mark de Barrados no Baile, que era o namorado da Kelly.

 


A gente gostaria que você falasse um pouco sobre a dublagem do Data.

...superinteressante dublar um andróide. Ele se envolve o tempo todo em situações engraçadas, principalmente quando resolve bancar o ser humano...Legal também coisa dos fã-clubes de Star Trek, que volta e meia procuram a gente. Outro dia, cogitaram a minha presença em uma reunião. Eu to esperando ser chamado até hoje!

Pra terminar, como é que os fãs podem te achar?

... é só mandar cartas para a Áudio News. O endereço é: Rua Haddock Lobo 369, 507 - Tijuca, Rio de Janeiro.
 

Agradecimentos ao Centro Cultural da Juventude de São Paulo pelo Material.