Dubladores

Gessy Fonseca


Arquivo de Som:

 
Tia May em O Homem Aranha (Desenho - Anos de 1990)


 
Biografia:

 
Gessy Fonseca é uma dublador Paulistana.
 

Início

 
Gessy Fonseca (também conhecida como Gessí) nasceu 13 de Março de 1924 em São Paulo, Capital.

 

Rádio Record

 

Começou a carreira em 1941, após recitar um poema no programa de auditório Palmolive no Palco, de Otávio Gabus Mendes. Após ouvir sua apresentação, Otávio contratou Gessy para trabalhar na Rádio Record. Na emissora, trabalho como rádioatriz. Fiou 3 meses na emissora.

 

Rádio Cruzeiro do Sul

 

No mesmo ano vai para a Rádio Cruzeiro do Sul, atuando em novelas sob a direção de Alberto Dumont, e participando de programas de auditório de Blota Junior.

 

Rádio Kosmos (América)

 

Também esteve na Rádio Kosmos, aonde interpretava na maioria das vezes o papel principal nas novelas, sob a direção de Júlio Atlas.

 

Standard / Rádio Gazeta

 

Gessy Fonseca (1943)

 

Por volta de 1943, é contratada pela empresa de propagandas, Standard, para gravar histórias na Rádio Gazeta. Entre elas, estavam histórias de Tarzan, aonde Gessy interpretava Jane. Na emissora também apresentou programas de auditório, e leu poemas.

 

Rádio Tupi

 

Em 1944, vai para a Rádio Tupi, aonde fica 3 anos. Na emissora, entre outras, fez as novelas: Fatalidade (1945), e A Mestiça (1945); tendo na segunda novela feito a personagem que mais gostara na carreira.

 

Rádio Bandeirantes

 

Em 1947, é contratada pela Rádio Bandeirantes, por intermédio de Rebello Junior. Na emissora, fica por 8 anos e participa das mais diversas produções. Entre elas está o programa: Novela de Todo o Dia (1947), programa que apresentava várias rádionovelas. Atuou na atração ao lado de Alceu Silveira, Castro Gonzaga, Zezinho Cútolo, e muitos outros.

 

No Teatro Eucalol, atuou em peças, como: Tudo Por Amor (1948), Lágrimas Benditas (1949), Eu Acuso o Céu (1949), entre outras.

 

Gessy Fonseca, Lídia Costa, e Muíbo Cury (1955)

 

Também fez rádionovelas, como: Os Sete Pecados Mortais (1953); peças de teatro, como: Salário do Medo (1955); peças de teatro para o Grande Teatro, como: Eles Chegaram à Noite (1955); entre muitas outras produções que participara.

 

Na emissora, também atuou em um programa inovador, chamado Cinema Em Seu Lar, também chamado de Cinema Para Você. O programa consistia em radiofonizar filmes que estrearam há poucos no cinema. O criador do programa, Ivani Ribeiro, que criou muitas novelas na emissora, ia no lançamento dos filmes, anotava toda a estória, e no dia seguinte já entregava as falas para os rádioatores. Entre as produções desse programa em que participou, está: Êxtase (1948).

 

Rádio Nacional - Rio

 

Gessy Fonseca e Floriano Faissal (1956)

 

Em 1955, é convidada por Floriano Faissal para integrar o elenco da Rádio Nacional no Rio de Janeiro. Na emissora, fica por 3 anos, atuando em diversas produções, como nas rádionovelas: A Mancha Vermelha (1956), Maria Leonor (1956), No Silêncio da Noite (1956), Perfídia (1957), Até Morrer de Amor (1957), Decidi Meu Destino (1957), A Sombra de Um Erro (1957), A Canção do Fugitivo (1957), entre outras.

 

Também atua em programas teatrais, como Teatro de Mistério Philco: A Arma do Crime (1957); O Drama de Cada Um: Os Dois Forasteiros (1956); Grande Teatro: A Casa de Pedra (1957); entre outros.

 

Participou também da série Presídio de Mulheres, em episódios, como: Lucíola Sofreu Demais (1956).

 

Rádio São Paulo

 

Retorna à São Paulo em 1958, e logo ao chegar, recebe o convite de Alfredo de Carvalho, das Emissoras Unidas, para ir para a Rádio São Paulo, e para a TV Record.

 

Gessy Fonseca (1959)

 

Na rádio, atua em novelas como: Canção do Deserto (1958), Um Raio de Luz (1960), A Mulher que Perdeu a Sombra, entre outras.

 

Rádio Piratininga

 

Gessy Fonseca (1963)

 

Por volta de 1963, vai para a Rádio Piratininga, aonde apresenta o programa Sugestões Para Compras.

 

TV Tupi - São Paulo

 

Na TV, começou em 1953, nas peças da Companhia Vera Nunes: Helena Fechou a Porta (1953), e Dias Felizes (1953).

 

TV Record

 

Em 1958 retornando do Rio, é convidada pela TV Record para atuar em suas novelas. Entre as produções que atuou na emissora, estão as novelas: Éramos Seis (1958), Última Carícia (1959), e A Senhora da Casa Grande (1961); e o seriado: Anjos de Ternura (1958).

 

TV Excelsior

 

Em 1963, vai para a TV Excelsior.

 

TV Tupi - São Paulo

 

Longe da televisão por quase 10 anos, retorna na novela: Bel-Ami (1972); na TV Tupi.
 

Rede Globo

 
Na Rede Globo, participa da novela: Fogo Sobre Terra (1974).

 

TV Bandeirantes

 

Na TV Bandeirantes, atua na novela: O Todo Poderoso (1979).
 

TVS

 
Sua última participação em novela, foi em Meus Filhos, Minha Vida (1984), na TVS.

 

Teatro

 

No Teatro, esteve na Companhia Vera Nunes, aonde atuou nas peças: Helena Fechou a Porta (1953), e Dias Felizes (1953); que eram representadas na TV Tupi.
 

Cinema


Também atuou no cinema. Entre os filmes que estrelou, estão: Mulher de Verdade (1952), Simão o Caolho (1952), Alvorada Sangrenta (1954), Mulher Desejada (1978), Retrato Falado de Uma Mulher Sem Pudor (1982), alem de ter dublado a atriz Eliane Lage no papel de Marina no filme Caiçara (1950).

 

Prêmios

 

Em 1950, ganha o prêmio Roquete Pinto como melhor rádioatriz.

 

Gessy Fonseca é a terceira da direita para a esquerda (1953)

 

Em 1953, Gessy foi escolhida como a candidata da Rádio São Paulo a disputar o prêmio de rainha do rádio paulista, tendo sido feito uma apresentação, aonde todas as concorrentes vestiam faixas de rainha do rádio, como nos campeonatos de miss universo. Na ocasião, quem ganhou foi Isaurinha Garcia.

 

Em 1955, ganha o prêmio Princesa do Radio, e em 1959, ganha o premio Tupiniquim. Ganhou outros prêmios também, como o prêmio Nestlé, o prêmio Aplauso, pela mais bela voz, entre outros.

 

Em 1961, ganhoa o prêmio da Revista do Rádio de melhor atriz de televisão do ano de 1960.

 

Vida Pessoal

 

Daisy Fonseca e Gessy Fonseca (2007)

 

Na sua vida pessoal, Gessy é irmã de Daisy Fonseca (também conhecida como Daise Fonseca), que ingressou no rádio junto com ela, após o convite de Otávio Gabus Mendes para Gessy entrar na Rádio Record. Tempos depois, Daisy também foi para a Rádio Bandeirantes, e entre as produções que participou, estão Meu Pecado (1947), Êxtase (1948), e outras peças no Cinema Em Seu Lar / Cinema Para Você. Daisy ficou de 1941 à 1948 no rádio, retornando ao mesmo em 1958, indo trabalhar na Rádio Piratininga, como atriz e redatora. Daisy foi casada com o diretor Rebello Junior da Rádio Bandeirantes, pai do dublador Rebello Neto.

 

Gessy Fonseca (1956)

 

Gessy teve alguns romances no mundo artístico. Em 1952, foi noiva do rádioator da Rádio Bandeirantes, Renato Galon. Termina o romance em 1953, e em 1954, fica noiva de Sérgio Lara Campos. Os jornais noticiaram que o casamento de ambos estava próximo, porém o romance termina em 1955. Com a ida para o Rio, conhece Domício Costa em 1956, e tem um rápido namoro com o rádioator. Retorna para São Paulo, e tem outros pequenos romances. Em 1963, se casa com o tradutor e dublador Hélio Porto, com quem permanece junto por 11 anos. Desde então Gessy nunca mais se casou.

 

Gessy além de rádioatriz, atriz, e dubladora, também foi uma pequena empresária em uma longa que montou em 1962.

 

Dublagem

 

Na dublagem, começou no início dos anos de 1950, dublando atrizes brasileiras para o cinema. Entre elas, dublou Eliana Lage em Caiçara (1950), Leonora Amar em Veneno (1952), e Aurora Duarte em Três Garimpeiros (1954), entre outras.
 
Na dublagem entrou em 1963 na Ibrasom. Em 1964, transfere-se para a AIC, aonde segue carreira de 4 anos. Por volta de 1968, com a crise na AIC, se muda com seu marido, Hélio Porto para o Rio de Janeiro, e vai trabalhar em sua empresa de dublagem, a TV Cinesom. Também trabalha na CineCastro. Com o fim da TV Cinesom em 1971, Gessy retorna à São Paulo, e vai trabalhar na Odil Phono Brasil, também retornando para a AIC.

 

Gessy Fonseca nos anos 2000

 

No início dos anos de 1970, deixa a dublagem para se dedicar a televisão. Nos anos de 1980, retorna para a dublagem, indo trabalhar no Núcleo de Dublagem da TVS, BKS, e Álamo. Nos anos de 1990 e 2000, trabalha praticamente em todos os estúdios, atuando mais frequentemente na Álamo.

 

Maureen O'Hara em Como Era Verde Meu Vale


Entre seus trabalhos, estão os filmes, aonde deu voz a personagens, como Martha Sowerby interpretada por Joan Plowright em De Volta Ao Jardim Secreto, Senhora Henry Howard interpretada por Priscilla Pointer em Inferno, Beryl Peoples interpretada por Jessica Tandy em O Indomável - Assim é Minha Vida, Hunlun interpretada por Agnes Moorehead em Sangue de Bárbaros, Senhora Anthony P. Kirby interpretada por Mary Forbes em Do Mundo Nada Se Leva, Helen Benson interpretada por Patricia Neal em O Dia Em Que a Terra Parou, Helen Sanchez interpretada por Stella Garcia em Joe Kidd, Senhora Ada Harris interpretada por Angela Lansbury em Um Sonho Em Paris, Eleanor de Aquitânia interpretada por Katherine Hepburn em O Leão no Inverno, Emily Stewart interpretada por Janice Rule em Caçada Humana, Margaret Smith interpretada por Marion Ross em As Damas e o Campeão, Anna Leonowems interpretada por Deborah Kerr em O Rei e Eu, Senhora Edna Garret interpretada por Charlotte Rae em Fatos da Vida - O Encontro, alem das atrizes Betty White em Amigos Dourados e Pânico no Lago, Nina Foch em Segredo de Sangue e na 1ª Dublagem de Spartacus (1960), Sophia Loren em A Lenda da Estátua Nua e Lady L, Maureen O'Hara em Como Era Verde Meu Vale e Mamãe Não Quer Que Eu Case, Maggie Smith em Assassinato em Gosford Park, a 1ª Dublagem de De Bico Calado e Hook - A Volta do Capitão Gancho (VHS), Cloris Leachman em Alex e Emma - Uma História de Amor e Um Lobo na Família, Eileen Essell em Duplex e Em Busca da Terra do Nunca, entre outros.
 

Julie Newmar


Em séries, foi a terceira voz de Endora interpretada por Agnes Moorehead na segunda temporada e a primeira voz da Tia Clara interpretada por Marion Lones na primeira e segunda temporada em A Feiticeira, Mabel interpretada por Bunny Levine e Betty White interpretando a si propria em Ugly Betty, Papagaio Luiz Manoel em O Chapolin Colorado, dublador original não creditado na produção, segunda voz da Doutora Ann MacGregor interpretada por Lee Meriwether em O Túnel do Tempo, Mulher Gato interpretada por Julie Newmar em Batman, a primeira voz de Vitória Barkley interpretada por Barbara Stanwych em Big Valley, entre outros.
 

Tia May


Em desenhos, foi a voz da Feiticeira Escarlate na versão dos anos de 1990 de Homem de Ferro, Mulher Gato em Batman e Robin o Garoto Prodígio, Cologne, a Bisavó da Shampoo em Ranma 1/2, Tia May na versão dos anos de 1990 de O Homem Aranha, entre outros.

 
Trabalhos:

 

Filmes

 

- Maggie Smith em Assassinato em Gosford Park, De Bico Calado (2ª Dublagem) e Hook - A Volta do Capitão Gancho (VHS)
- Maureen O'Hara em Como Era Verde Meu Vale, e Mamãe Não Quer Que Eu Case

- Nina Foch em Segredo de Sangue e Spartacus (1960 - 1ª Dublagem)

- Agnes Moorehead em Cidadão Kane, e Sangue de Bárbaros

- Eileen Essell em Duplex, e Em Busca da Terra do Nunca

- Betty White em Amigos Dourados, e Pânico no Lago

- Sophia Loren em A Lenda da Estátua Nua e Lady L

- Angela Lansbury (Angela Lansbury) em Fantasia 2000

- Rosy Adulta (Miriam Margolyes) em Balto (Longa-Metragem)

- Avó do Johnny (Lucile Watson) em A Canção do Sul (3ª Dublagem - VHS)

- Anna Leonowems (Deborah Kerr) em O Rei e Eu

- Margaret Smith (Marion Ross) em As Damas e o Campeão

- Sra. Edna Garret (Charlotte Rae) em Fatos da Vida - O Encontro

- Emily Stewart (Janice Rule) em Caçada Humana

- Eleanor de Aquitânia (Katherine Hepburn) em O Leão no Inverno
- Cloris Leachman em Alex e Emma - Uma História de Amor e Um Lobo na Família
- Sra. Ada Harris (Angela Lansbury) em Um Sonho Em Paris
- Rainha Marie (Judy Parfitt) em Para Sempre Cinderela
- Srta. Ivy Gravely (Mildred Natwick) em O Terceiro Tiro
- Helen Sanchez (Stella Garcia) em Joe Kidd
- Helen Benson (Patricia Neal) em O Dia Em Que a Terra Parou
- Tia (Pochi Ducasse) em Nove Rainhas
- Kim Idosa (Winona Ryder) em Edwards Mãos de Tesoura
- Sra. Anthony P. Kirby (Mary Forbes) em Do Mundo Nada Se Leva
- Mãe de Mike (Cynthia Harris) em Esquadrão Resgate
- Barbara (Monica Lewis) em Terremoto
- Loretta (Martha Raye) em Aeroporto 80 - O Concorde
- Sra. Warren (Serena Michelotti) em Que Assim Seja, Trinity
- Betty White em Amigos Dourados e Pânico no Lago
- Sra. Bundy (Ethel Griffies) em Os Pássaros
- Sra. Walters (Lee Patrick) em Confidências à Meia-Noite
- Cornelia (Sally Corner) em O Manto Sagrado
- Laura Roberts (Teresa Wright) em Em Algum Lugar do Passado
- Vovó Kurnitz (Irene Worth) em Proibido Amar
- Anna Soblova (Anita Ekberg) em Um Biruta Em Órbita
- Hunlun (Agnes Moorehead) em Sangue de Bárbaros
- Vovó Joad (Zeffie Tilbury) em As Vinhas da Ira
- Beryl Peoples (Jessica Tandy) em O Indomável - Assim é Minha Vida
- Catherine Lebourg (Fiona Shaw) em Hipnose
- Hagar (Ellen Burstyn) em O Anjo de Pedra
- Clara (Alice Drummond) em Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar
- Martha Sowerby (Joan Plowright) em De Volta Ao Jardim Secreto
- Esposa do Coronel (Cathleen Cordell) em A Volta dos Mortos Vivos
- Dra. Jakes (Gemma Jones) em Dançando Para a Vida
- Maggie Walker (Einllen Atkins) em Tinha Que Ser Você
- Rainha Katherine (Irene Papas) em Anna Dos Mil Dias
- Dra. Catherine Holland (Anne Bancroft) em Mr. Jones
- Delia Temple (Jane Alexander) em A Terra do Sol
- Sra. Brenner (Linda Bassett) em O Leitor
- Alice Peterson (Joan O'Hara) em De Bem Com a Vida
- Rebbitzn (Kim Hunter) em Um Preço Acima dos Rubis
- Sra. Henry Howard (Priscilla Pointer) em Inferno
- Juíza Westreich (Polly Holliday) em Virada Radical
- Hazel Foley (Eva Marie Saint) em Titanic (1996)
- Rainha Marie (Judy Parfitt) em Para Sempre Cinderella
- Alicia (Aloma Wright) em Era Tudo Que Eu Queria
- Greta (Anne Haney) em O Mentiroso (2ª Dublagem)
- Dra. Reno (Meglena Karalambova) em Agente Biológico
- Margaret Skridlow (Nan Martin) em Dr. Detroit e Suas Mulheres
- Ella (Irma P. Hall) em Bem Amada
- Vovó Mary Cleary (Ellen Albertini Dow) em Penetras Bons de Bico
- Sra. Leacock (Bette Henritze) em Longe do Paraíso

 

Séries

 

- Endora (Agnes Moorehead) (segunda voz), e Tia Clara (Marion Lorne) em A Feiticeira  (2ª Temporada)

- Vitória Barkley (Barbara Stanwych) (primeira voz) em Big Valley

- Papagaio Luiz Manoel (não creditado) em O Chapolin Colorado
- Dra. Ann MacGregor (Lee Meriwether) (segunda voz) em O Túnel do Tempo

- Mulher Gato (Julie Newmar) em Batman

- Mabel (Bunny Levine) e Betty White (Betty White) em Ugly Betty

 

Desenhos


- Tia May em O Homem Aranha (Anos de 1990)

- Cologne, a Bisavó da Shampoo em Ranma 1/2

- Feiticeira Escarlate em Homem de Ferro (Desenho - Anos de 1990)
- Mulher Gato em Batman e Robin o Garoto Prodígio (Desenho)
- Tia May em Homem Aranha e Seus Amigos (2ª Dublagem)

- Dona Benta em Sítio do Picapau Amarelo (2012)
 

Fontes: Dublanet, Universo AIC, A Noite, Jornal de Notícias, Revista do Rádio, Beira-Mar, Tribuna da Imprensa, A Scena Muda, IMDB, Vila Mulher, Memorial da Fama, A Noite, Bram Groenen, Pinterest, The Red List, Figueira Junior Place.