Dubladores

Glória Ladany


Arquivo de Som:

 
Tomasa (Magda Guzmán) em Rosa Selvagem / Mammy (Hattie McDaniel) em ...E O Vento Levou


 
Biografia:

 
Glória Ladany foi uma dublador Carioca.

 

Início

 

Glória Ladany nasceu em 12 de Agosto, na cidade do Rio de Janeiro.

 

Glória Ladany começou criança no ballet clássico, fazendo parte do grupo Operárias de Jesus, mas um acidente lesionando o joelho a fez se afastar da dança.

 

Teatro

 

Filha do Capitão Ladany, como era conhecido o diretor artística do Cassino da Urca, Glória esteve perto dos palcos desde cedo. Seu pai foi o responsável por lançar muita gente na fama, como Carlos Machado, que posteriormente montou uma companhia em que Glória fazia parte. Seu pai passa o posto de diretor artístico na década de 1950 para Quitandinha.

 

Acostumada nesse meio do Teatro de Revista, Glória, após o afastamento da dança, se interessou pela carreira artística, e começou a dar seus primeiros passos rumo a fama.

 

Começou como vedete no Copacabana Palace, na peça Fantasia & Fantasias.

 

Glória Ladany (1956)

 

Na Companhia Carlos Machado, esteve nas peças: Grande Revista (1955), ao lado de Grande Otelo, Este Rio Moleque (1955), ao lado de Norma Bengel, Banzo-Aiê (1956), ao lado de Norma Bengel, ...E o Espetáculo Continua (1956), ao lado de Silvio Caldas, Grande Otelo e Norma Bengel, e Humoresque (1956), ao lado de Norma Bengel.

 

Em seguida, ingressa na Companhia Luiz Inglesias, e atua na peça: Quem Comeu Foi Pai Adão (1956), ao lado de Neyde Landi, Badaro', Wilma Palmer, e Daniel Filho. Foi nessa peça, que Glória despertou para o estrelato.

 

Posteriormente, atuou na peça: Com Jeito Vai... (1957), ao lado de Iris Delmar.

 

Glória Ladany (1958)

 

Logo depois, esteve na Companhia Colé, aonde atuou nas peças: Garotas em Hi-Fi (1958), e O Rei do Xadrez (1958).

 

De volta a Companhia Luiz Iglesias, atua na peça: Me Dá Um Cheirinho Só (1958-59), de Luiz Iglesias, ao lado de Gracinda Freire e Manon Godoy.

 

Glória Ladany (1960)

 

Em 1959, entrou para o Teatro de Bolso, aonde fez peças dirigidas por Aurimar Rocha, como: Esquina Perigosa (1959-60), ao lado de Antônio Patiño, Diana Morel, e Aurimar Rocha, Alô... 35-5499 (1959), ao lado de Allan Lima, e A Cegonha Se Diverte (1960-61), ao lado de Laura Suarez e Aurimar Rocha.

 

Posteriormente, atuou em outras peças, como: Cara de Palhaço (1961), Vive Les Femmes (1961), ao lado de Grande Otelo, Consuelo Leandro e Iris Bruzzi, e Cara de Palhaço (1961), ao lado de Maurício Loyola e Françoise Alause.

 

Ficou muitos anos ausente da carreira artística, retornando para o teatro 11 anos depois. Entre as peças que atuou nesse período, estão: Esquina Perigosa (1972), de Aurimar Rocha, ao lado de Carlos Eduardo Dolabella, e Aurimar Rocha, O Genro Que Era Nora (1972-74), de Aurimar Rocha, e Essa Mulher é Minha... E dos Amigos (1979), ao lado de Francisco Milani, e Brandão Filho.

 

Além de Carlos Machado, e Luiz Iglesias, Aurimar Rocha também foi muito importante em sua carreira.

 

Corista

 

Glória também foi corista, fazendo parte do coral nas peças Banzé Aié (1956), e Humoresque (1956).
 

TV Rio

 

Glória Ladany (1956)


Na TV, primeiramente atuou na TV Rio. Participou, entre outras da novela Cabocla (1959), dirigida por Carla Civelli, ao lado de Sebastião Vasconcelos, Glauce Rocha, Cláudio Correia e Castro, entre outros.

 

TV Continental

 

 

Glória Ladany (1960)

 

Em 1961, estreou no programa Jockey-Show na TV Continental, ao lado de Carlos Alberto, Elizabeth Galiotti, Anabela, Pedro Braga e Guilherme Dicken. O programa foi sucesso na emissora.

 

Rede Globo

 

Na Rede Globo, participou da novela Pecado Capital (1975).

 

Cinema

 

No Cinema, atuou nos filmes: Um Caso de Polícia (1959), A Falecida (1965), e Essa Mulher é Minha...e Dos Amigos (1976).
 

Dublagem


Ingressou na dublagem em 1958 na Herbert Richers, fazendo parte do primeiro elenco de dublagem do Rio de Janeiro. Por volta de 1966/67 na CineCastro, ela se torna mais constante na profissão, seguindo uma carreira linear. Também na ocasião, atuou no estúdio Dublasom Guanabara. Em meados dos anos de 1970, se estabilizou na Herbert Richers, seguindo longa carreira na empresa.
 

Jessica Tandy


Entre seus trabalhos de dublagem, estão principalmente os filmes, dublando personagens, como Rosie Lefkowitz interpretada por Herta Ware em Cocoon, Prudence Duvernoy interpretada por Laura Hope Crews em A Dama das Camélias, Senhora Hatch interpretada por Glady George em Chaga de Fogo, Tétis interpretada por Maggie Smith em Fúria de Titãs, Memnet interpretado por Judith Anderson em Os 10 Mandamentos, Phoebe Dinsmore interpretada por Kathleen Freeman em Cantando na Chuva, Senhora Bucket interpretada por Diana Sowle na 1ª Dublagem de A Fantástica Fábrica de Chocolates, Vi Moore interpretada por Dianne Wiest em Footloose - Ritmo Louco, Bond Rogers interpretada por Lauren Bacall em O Última Pistoleiro, Prudence Stevens "Spitfire" interpretada por Maureen O'Hara em Contra Todas As Bandeiras, Mammy interpretada por Hattie McDaniel em ...E O Vento Levou, Linda interpretada por Carolyn Jones em Duelo de Titãs, alem das atrizes Agnes Moorehead em Errado Pra Cachorro, Pollyana e O Rei do Laço, Bette Davis em A Madrasta e O Que Terá Acontecido a Baby Jane?, Cloris Leachman na 1ª Dublagem de A Família Buscapé e Alta Ansiedade, Jessica Tandy em Cocoon: O Regresso e Conduzindo Miss Daisy, entre outros.
 

Alexandra Cabot


Em desenhos, fez a primeira voz de Rok em O Poderoso Mightor, Madame Riso em She-Ra, a robô Sandra em Riquinho, a primeira voz de Mitsuo Suwa / Super Dínamo em Super Dínamo, Alexandra Cabot em Josie e As Gatinhas, Sábio em Os Brasinhas do Espaço, Rainha dos Cavalos em Cavalo de Fogo, entre outros.
 

Zilda Philips


Em séries, foi a segunda voz de Major Margaret Houlihan "Lábios Quentes" interpretada por Loretta Swit em M.A.S.H., Zilda Philips dublada originalmente por Florence Stanley em Família Dinossauros, Carolyn Muir interpretada por Hope Lange em Nós e O Fantasma, entre outros.
 
Em novelas, deu voz a Tomasa interpretada por Magda Guzmán em Rosa Selvagem, entre outras.
 

Glória Ladany nos anos de 2010


Glória se afastou da dublagem por volta de 1992, dedicando-se apenas a sua família.

 
Trabalhos:

 

Filmes

 

- Cloris Leachman em A Família Buscapé (1ª Dublagem), e Alta Ansiedade

- Agnes Moorehead em Errado Pra Cachorro, Pollyana e O Rei do Laço

- Jessica Tandy em Cocoon: O Regresso, e Conduzindo Miss Daisy
- Rosie Lefkowitz (Herta Ware) em Cocoon
- Judy O'Hara (Ida Galli) em O Dólar Furado
- Prudence Duvernoy (Laura Hope Crews) em A Dama das Camélias
- Senhora Hatch (Glady George) em Chaga de Fogo
- Sra. Watchett (Doris Lloyd) em A Maquina do Tempo
- Anastácia (Ingrid Bergman) em Anastácia - A Princesa Esquecida
- Frau Wenzer (Elisabeth Neumann-Viertel) em O Dossiê de Odessa
- Tétis (Maggie Smith) em Fúria de Titãs
- Juno (Sylvia Sidney) em Os Fantasmas Se Divertem
- Sra. O'Toole (Noel Toy) em Os Aventureiros do Bairro Proibido
- Memnet (Judith Anderson) em Os 10 Mandamentos
- Phoebe Dinsmore (Kathleen Freeman) em Cantando na Chuva
- Inez Guerrero (Maureen Stapleton) em Aeroporto
- Arletta, mãe de Luke (Jo Van Fleet) em Rebeldia Indomável
- Clara Thornhill (Jessie Royce Landis) em Intriga Internacional
- Senhora Hart (Marian Mercer) em Como Eliminar Seu Chefe
- Sra. Bucket (Diana Sowle) em A Fantástica Fábrica de Chocolates (1ª Dublagem)
- Sra. Brill (Reta Shaw) em Mary Poppins
- Vi Moore (Dianne Wiest) em Footloose - Ritmo Louco
- Bond Rogers (Lauren Bacall) em O Última Pistoleiro
- Zenobia Boggs "Ma" (Ruth Gordon) em Punhos de Aço
- Bette Davis em A Madrasta e O Que Terá Acontecido a Baby Jane?
- Bertha (Thelma Ritter) em Boeing Boeing
- Paula (Anne Bancroft) em Demétrius e Os Gladiadores
- Ma (Elisabeth Risdon) em O Último Refúgio
- Sra. Prentice (Beah Richards) em Adivinhe Quem Vem Para o Jantar
- Sra. Ella Brennan (Margery Maude) em O Meninão
- Sra. Sanderson (Fay Compton) em Desafio do Além
- Lady Catherine de Bourgh (Edna May Oliver) em Orgulho e Preconceito

- Sra. Betty Laurel (Betty Healy) em Sossega Leão
- Hanna Long (Lilia Skala) em Flashdance - Em Ritmo de Embalo
- Margaret More (Susannah York) em O Homem Que Não Vendeu Sua Alma
- Dorcas (Lee Patrick) em Ladrão Que Rouba Ladrão
- Prudence Stevens "Spitfire" (Maureen O'Hara) em Contra Todas As Bandeiras
- Soledad Villegas (Barbara Luna) em O Enforcado
- Mammy (Hattie McDaniel) em ...E O Vento Levou
- Vovó (Helen Shaw) em O Tiro Que Não Saiu Pela Culatra
- Belle Rosen (Shelley Winters) em O Destino de Poseidon
- Linda (Carolyn Jones) em Duelo de Titãs
- Emily Livington (Olivia de Havilland) em Aeroporto 77

 

Séries

 

- Major Margaret Houlihan "Lábios Quentes" (Loretta Swit) (segunda voz) em M.A.S.H.

- Zilda Philips (voz) (Florence Stanley) em Família Dinossauros

- Eleanor Southworth Ewing ''Senhora Ellie'' (Barbara Bel Geddes) em Dallas
- Carolyn Muir (Hope Lange) em Nós e O Fantasma

 

Desenhos

 

- Rainha dos Cavalos em Cavalo de Fogo

- Sábio em Os Brasinhas do Espaço
- Mitsuo Suwa / Super Dínamo (primeira voz) em Super Dínamo
- Alexandra Cabot em Josie e As Gatinhas

- Sandra em Riquinho

- Madame Riso em She-Ra

- Annalee em X-Men (Anos de 1990)

- Bruxa em O Caldeirão Mágico (Longa-Metragem)

- Rok (primeira voz) em O Poderoso Mightor
- Bruxa Revolta em Scooby-Doo e a Escola Assombrada (Longa-Metragem)

 

Novelas

- Tomasa (Magda Guzmán) em Rosa Selvagem

 

Fontes: Acervo Pessoal, Dublanet, Dubladores Brasileiros, O Cruzeiro, Revista do Rádio, A Última Hora, Correio da Manhã, Behind The Voice Actors, Hablemos de Disney, Cinema 10, Tribuna da Imprensa.