Dubladores

Jefferson Duarte


Arquivo de Som:

 
Capitão Gancho em Os Brasinhas do Espaço


 
Biografia:

 
Jefferson Duarte foi um dublador Carioca.

 

Início

 

Jefferson Duarte nasceu em 16 de Janeiro de 1925, na cidade do Rio de Janeiro. Começou sua carreira no Rádio em 1942, aos 17 anos de idade. Na ocasião trabalhava como pracista, uma espécie de vendedor da época, e foi descoberto por Honório Berregrin.

 

Rádio Ministério da Educação

 

Slogan da Rádio MEC

 

Alguns anos depois contratado como operador na Rádio Ministério da Educação (futura Rádio MEC), e a convite do diretor de rádioteatro Allan Lima, ingressou na carreira artística. Alem disso também trabalhou na emissora como locutor e contra-regra.

 

Na emissora, também apresentou programas, como: Em Poucas Palavras (1959), com direção de Allan Lima.

 

Rádio Carioca

 

Por volta de 1963, trabalha como repórter na Rádio Carioca.

 

Consulado Britânico

 

Na década de 1950, é convidado por Allan Lima, e vai trabalhar no Consulado Britânico, embaixada do Reino Unido no Brasil, também exercendo a função de operador, alem de também trabalhar como narrador de filmes para a embaixada, já que alem da ótima interpretação e a voz possante que tinha, também era fluente no inglês, alem de ter um sotaque britânico próprio.

 

Cinema

 

Jefferson também fez cinema, como: Engraçadinha Depois dos Trinta (1966), e Mineirinho Vivo Ou Morto (1967).

 

Dublagem

 

Na dublagem entrou no final dos anos de 1950 na Herbert Richers. Logo depois entrou para a CineCastro, empresa em que alem de dublador, também foi narrador. Também trabalhou em outras empresas como Dublasom Guanabara e Herbert Richers.

 

Humphrey Bogart em Prisioneiro Sem Passado

 

Como dublador foi a voz do ator Humphrey Bogart nas primeiras dublagens de O Falcão Maltes e O Tesouro de Sierra Madre, além de Prisioneiro Sem Passado. Também foi a voz em alguns filmes do ator Boris Karloff.

 

Shazzan

 

Em desenhos foi a marcante voz do gênio Shazzan, no desenho de mesmo nome dos estúdios Hanna Barbera.

 

Vovô em Os Monstros

 

Em séries, fez uma voz caricata para o Vovô, interpretado por Al Lewis na 1ª Dublagem de Os Monstros.

 

Como diretor de dublagem, começou por volta de 1963/64 na Herbert Richers.

 

Veio a falecer por volta de 1972 de problemas pulmonares.

 
Trabalhos:

 

Filmes

 

- Humphrey Bogart em A Lei do Mais Forte, A Morte Não é o Fim, O Falcão Maltes (1ª Dublagem), O Tesouro de Sierra Madre (1ª Dublagem), e Prisioneiro Sem Passado

- Larry Parks em Sonhos Dourados e Trovador Inolvidável

- Jack Palance em Átila, Rei dos Hunos

- Dr. Peter Blood (Errol Flynn) em Capitão Blood (2ª Dublagem)

- Doutor (Ferdy Mayne) em Freud, Além da Alma

- O Horla (Joseph Ruskin) em O Diário de Um Louco

- Fernando (Fortunio Bonanova) em Por Quem Os Sinos Dobram (1ª Dublagem)

- Paul Prescott (Louis Calhern) em Interlúdio

- King Cutler (Raymond Massey) em Vendaval de Paixões

- Locutor em Papaléguas (CineCastro)

- Louis Riel (Francis McDonald) em Legião de Heróis

- Dutch Heinemann (Lyle Bettger) em Desejo Atroz

 

Séries

 

- Vovô (Al Lewis) em Os Monstros (1ª Dublagem)

- Elisha Calamander (John McGiver) no episódio Traição Forçada em James West

- Capitão Toshio Muramatsu (Akiji Kobayashi) em Ultraman (1ª Dublagem)

 

Desenhos

 
- Shazzan (primeira voz) em Shazzan

- O Chefe em Viagem Fantástica

- Capitão Gancho em Os Brasinhas do Espaço

- Abdul no episódio O Anel em Os Três Mosqueteiros

 

Fontes: Revista do Rádio, Silvio Matos, Marcelo Almeida, Augusto Bisson, A História da Dublagem, Vanderlei Oliveira, Carmem Sheila, Dublanet, Diário Carioca.