Dubladores

Paulo Pereira


Arquivo de Som:

 
Jamesy MacArdle (Wallace Beery) em Mares da China


 
Biografia:

 
Paulo Pereira foi um dublador Carioca.
 
Paulo Pereira nasceu em 1915, no Rio de Janeiro. Começou a carreira como radioator.

 

Rádio Tupi do Rio


Uma das primeiras emissoras em que trabalhou foi a Rádio Tupi no Rio de Janeiro. Lá, entre outros, participou do Grande Teatro Eucalol, em peças como: O Rei Vagabundo (1946), e A Revolta dos Anjos (1946).

 

Rádio Nacional do Rio

 

Na década de 1950, vai para a Rádio Nacional do Rio.

 

Rádio Record

 

Por volta de 1953, vai trabalhar na Rádio Record em São Paulo, aonde participa, entre outros do programa O Teatro do Outro Mundo (1953), ao lado de Vera Lúcia, Guaraci Maia, Maria Teresa, Inácio Juqueira, Mendes Neto e Bob Junior.

 

Rádio Nacional do Rio

 

Por volta de 1956 retorna ao Rio de Janeiro, e retorna também a Rádio Nacional. Na emissora, atua, entre outros nas novelas: A Mancha Vermelha (1956), Só Pelo Amor Vale a Vida (1956), O Culpado Sou Eu (1957), Até Morrer de Amor (1957), Um Homem, Uma Mulher e Dois Caminhos (1957), Entre o Coração e o Pecado (1957), A Vida de Nosso Senhor Jesus Cristo: O Romance da Eternidade (1959), conhecida como A Paixão de Cristo, entre outras.

 

Manuel Durães, Arlete Montenegro e Paulo Pereira (1958)

 

Em 1958, vai a São Paulo participar do 1º Festival Brasileiro de Rádio-Teatro, com rádioatores e rádioatrizes de diversas rádios do Brasil, como Rádio São Paulo, Record, Tupi (Rio e São Paulo), Mayrink Veiga, Nacional (Rio), Atlântica, Diário da Manhã, entre outras. O Festival aconteceu nos dias 5, 6, e 7 de Setembro, com realização de uma pequena novela com todos os grandes profissionais do rádio brasileiro.

 

Rádio Bandeirantes

 

Por volta de inicio de 1960, vai trabalhar na Rádio Bandeirantes em São Paulo. Retorna para o Rio por volta de 1963.

 

Rádio Nacional do Rio

 

Algum tempo depois retorna novamente a Rádio Nacional. Entre as novelas que atuou na época, está: A Ternura dos Olhos Teus (1967).

 

Curiosidades

 

Para os que forem buscar informações sobre Paulo Pereira, deve-se ficar claro que na época existiam vários famosos com o nome de Paulo Pereira. Existia um Paulo que era diretor de cinema, outro que era ator na TV Itacolomi (mais conhecido como Paulinho Cocada), e outro que era montador na TV Tupi do Rio e na TV Itacolomi, fora o marido da famosa cantora Marion.

 

Dublagem
 
Na dublagem, começou no final dos anos de 1950 no Rio. No início de 1960 foi para São Paulo trabalhar com rádio, aonde acabou ingressando na GravaSon e Ibrasom, tendo pego o primeiro ano de AIC. Nessa época, participou de diversas séries, como as da Ibrasom: Além da Imaginação, e Ivanhoé. Retornou ao Rio por volta de 1963.

 

Após esse período, seguiu carreira na dublagem no Rio por mais de 20 anos, em empresas como CineCastro, Riosom, TV Cinesom, Televox, Tecnisom, e Herbert Richers. Mas foi na CineCastro que Paulo mais dublou. Era uma das empresas aonde era mais atuante, empresa essa que era a principal via de atores oriundos do rádio.

 

Humphrey Bogart

 

Entre suas dublagens, estão primeiramente os filmes, aonde deu voz a atores como Humphrey Bogart em filmes como À Beira do Abismo, e Casablanca, Dub Taylor em O Doce Pássaro da Juventude, e Um Homem Chamado Cavalo, Dean Jagger em A Irmandade do Sino, e O Sistema, além de atores como Cedric Hardwycke, Leo G. Carroll, entre outros.

 

Duque Duralumínio

 

Em desenhos, foi a segunda e mais constante voz de Duque Duralumínio em A Princesa e o Cavaleiro, Brutus nas dublagens dos anos de 1960 da CineCastro de Popeye, a primeira voz de Pops na primeira dublagem de Speed Racer, entre outros.

 

Keye Luke

 

Em séries foi a voz do pai de Zorro,  Don Alejandro de La Vega interpretado por George J. Lewis na dublagem da Riosom de Zorro, Mestre Po interpretado por Keye Luke em Kung-Fu, Artie interpretado por Art Kassul em Casal 20, entre outros.


Paulo Pereira afastou-se da dublagem no final dos anos de 1980. Faleceu em 1987.

 
Trabalhos:

 

Filmes

 

- Humphrey Bogart em À Beira do Abismo, A Condessa Descalça (Primeira Dublagem), Casablanca (Primeira Dublagem), Conflitos da Alma, Paixões em Fúria (Primeira Dublagem) e Passagem Para Marselha

- Dub Taylor em O Doce Pássaro da Juventude, e Um Homem Chamado Cavalo

- Dean Jagger em A Irmandade do Sino, e O Sistema

- Detetive Malone (Elliot Reid) em Os Homens Preferem As Loiras

- Jamesy MacArdle (Wallace Beery) em Mares da China

- John Fain (Richard Boone) em Jake Grandão

- Chad Harmon (Dean Jagger) em A Irmandade do Sino

- John Hay (John Huston) em O Vento e o Leão

- Dr. Hill (Whit Bissel) em Vampiros de Almas

- Henry (John Huston) em Fúria Selvagem

- Professor Dent (Anthony Dawson) em O Satânico Dr. No

- General McLaidlaw (Cedric Hardwycke) em Suspeita

- Caesar (Leo G. Carroll) em O Cisne

- Philip Van Zandt: Grand Wazir Abu Hassan em Alladin e a Princesa de Bagda

- Jersey Brady (Percy Kilbride) em Bandido Apaixonado

- Sharky (Marco Zuanelli) em Sabata: O Homem que Veio Para Matar

- Sargento Gonzales (Jorge Cervera Jr.) A Marca do Zorro

- Collier Weld (William Ching) em A Mulher Absoluta

- Floyd McCurtin (Robert Armstrong) em Mar Verde

- Ned Seymour (Guy Rolfe) em A Rainha Virgem

- Mumford (Henry Oscar) em O Monstro da Cidade Submarina

- Verulus (Renato Baldini) em O Filho de Spartacus

- Sr. Fezziwig (Laurence Naismith) em Adorável Avarento

 

Séries

 

- Don Alejandro de La Vega (George J. Lewis) em Zorro (Segunda Dublagem)

- Mestre Po (Keye Luke) em Kung-Fu

- Artie (Art Kassul) em Casal 20

 

Desenhos

 
- Duque Duralumínio (segunda voz) em A Princesa e o Cavaleiro
- Brutus em Popeye (CineCastro)

- Pops (primeira voz) em Speed Racer (Primeira Dublagem)

- Pai de Mitsuo em Super Dinamo

- Homem-Brinquedo/Brincalhão em As Aventuras do Super-Homem (Primeira Dublagem)

 

Fontes: Acervo Pessoal, Augusto Bisson, Vanderlei Oliveira, História da Dublagem, Dublanet, Revista do Rádio, A Noite, Diário da Noite, Marcelo Almeida, The Monologue Database, Yomyomf, Babonej.