Dubladores

Waldir Wey


Arquivo de Som:

 
Tetsuzan Yamaji (Masaaki Hatsumi) em Jiraiya, o Incrível Ninja


 
Biografia:

 
Waldir Wey foi um dublador Paulistano.
 

Início

 

Começou a carreira no rádio em São Paulo.

 

Rádio Cultura

 

Atuava na Rádio Cultura por volta de 1945. Na emissora, já atuava com diretor de teleteatro, além de também ser rádioator.

 

Rádio Excelsior

 

Ingressou na emissora em 1950. Entre os programas que participou, está Debate Sobre Cinema, em: Juízo Final (1950).

 

Rádio América

 

Transfere-se para a Rádio América em 1951. Na emissora, além de rádioator, também foi ensaiador, diretor de elenco, e diretor de rádioteatro. Participou, entre outros, do programa Novela Das Duas (1952), atuando como diretor e trabalhando ao lado do novelista Dias Gomes.

 

Também foi diretor artístico da emissora, tendo contratado muitas pessoas na época. Foi ele quem contratou Ronaldo Baptista e Helena Samara como rádioatores em 1951, que seriam posteriormente seus colegas na dublagem.

 

Rádio Nacional - São Paulo

 

Na emissora, ingressou por volta de 1952. É dele a autoria do seriado infantil Aventuras do Lobo Vermelho (1952).

 

Rádio Tamoio

 

Em 1952, transfere-se para o Rio de Janeiro e vai para a Rádio Tamoio. Na emissora, escreveu novelas, como: O Crime do Circo (1953).

 

É de autoria de Waldir a série Jaguar, o Terror dos Detetives (1952), aonde destacava-se os rádioatores Hélio Ribeiro, fazendo Jaguar, e Ronaldo Magalhães, fazendo Ling-Ling.

 

No ano seguinte, lança um novo seriado em substituição a Jaguar, chamado Aventuras do Vencedor (1953).

 

Rádio Tupi - Rio

 

Em 1953, vai para a Rádio Tupi, e se torna assistente de Péricles do Amaral.

 

Na ocasião, Wolner Camargo, que acabara de se transferir para a emissora, estréia no programa esportivo Cacique no Ar (1953), e Waldir Wey trabalha a seu lado, e ao lado de Oliveira Salazar, e Domingos Araújo.

 

Também atua na direção geral da emissora, dirigindo também séries, como Maria Fumaça (1953).

 

TV Rio

 

Em 1953, Waldir se retira da Rádio Tupi, e vai para a TV Rio. Na emissora, volta a trabalhar com Péricles do Amaral, como na novela Noivos de Celina (1955-56), escrita pelo próprio Waldir, na qual Péricles dirige.

 

Além de escrever novelas para a casa, também atua como ensaiador de elenco.

 

Waldir também atua em programas da casa, como O Grande Show-Revista (1956), ao lado de Anilza Leoni, Grande Otelo, Edgard Vasconcellos, e outros.

 

TV Paulista

 

Em 1956, retorna para São Paulo para trabalhar nas Organizações Victor Costa.

 

Na TV Paulista, apresentou alguns programas, como Câmbio e Informações Bancárias (1957), e Cássio Muniz em Revista (1957).

 

Também atuou em diversas peças do programa Teledrama, como: Bom Dia Tristeza (1956), Clara dos Anjos (1956), Kean (1956), Mãe (1957), Correntes Ocultas (1957), A Rainha e Os Rebeldes (1957), Cartas de Madeleine (1957), Baile de Aleluia (1958), e O Solar de Chico Rita (1958).

 

TV Rio

 

Retorna a emissora em 1958, e atua, entre outros no programa Enciclopédia Musical (1958), no qual apresenta.

 

TV Continental

 

Em 1959, vai para a recém inaugurada TV Continental. Na emissora, escreve peças de teatro para o Tele-Teatro, como: Orfeu da Conceição (1959), além de participar de peças, como Mantenha o Seu Sorriso (1959).

 

Na emissora, também apresentou um programa de entrevistas em 1959.

 

Como produtor, produziu os programas Esta Noite é de Vitória (1959), aonde apresentava esportes, números circenses e danças, e ABC da Música (1959), um programa musical.

 

TV Cultura

 

Na década de 1970, esteve na emissora participando de Tele-Teatro, em peças como: Aniversário de Um Banco (1977), de Antônio Abujamra, ao lado de Paulo Goulart, e Nicette Bruno.

 

TVS

 

Nos anos de 1980, esteve na TVS, aonde adaptou a novela Razão de Viver (1983), junto com Crayton Sarzy.

 

Dublagem

 

Na dublagem entrou por volta de 1964, como tradutor na AIC, atuando ao lado de Neville George, Hélio Porto, Rita Cléos, e outros.

 

Ulrich em Viagem Ao Fundo do Mar

 

Como dublador, seus primeiros trabalhos foram personagens secundários em desenhos, e séries, como em diversas participações em Jonny Quest, na primeira e segunda temporadas de Viagem ao Fundo do Mar, o segundo narrador do nome dos episódios na primeira temporada de Jeannie é Um Gênio, entre outros.

 

Seu único personagem fixo na AIC, foi a segunda voz de Shemp Howard em Os Três Patetas, o qual dublou em alguns episódios, substituindo José de Freitas, mas tendo logo depois sido substituído por José Soares. Houve uma informação errônea de quem seus personagens teriam sido dublados por Antônio de Freitas, porém esse erro já foi corrigido. A voz de Antônio é a do personagem Chefe O'Hara em Batman.

 

Na BKS, atuou mais fortemente como dublador, atuando principalmente em filmes. Na Álamo seguiu a mesma linha, dublando em filmes, e eventualmente dublando em alguma série e animação na casa.

 

Em filmes, marcou sua voz em personagens, como Harry Goldman interpretado por Joey Bishop em Comando Delta, McGowan interpretado por Philippe Leroy em Vingança Cega, Peter Hartman interpretado por Nigel Davenport em Falcões da Noite, Xerife Hartman “Honest Pete” interpretado por Vincent Gardenia em A Primeira Página, Ben Kimball interpretado por Jay C. Flippen em A Passagem da Noite, M.A.A. interpretado por Clifton James em A Última Missão, entre outros.

 

Tetsuzan Yamaji em Jiraiya

 

Apesar de participar da dublagem de muitos filmes, foi em séries, e mais especificamente em uma série japonesa que sua voz se tornou famosa no Brasil. Estou falando de Jiraiya - O Incrível Ninja, aonde dublou Tetsuzan Yamaji, interpretado por Masaaki Hatsumi, o mestre de Jiraiya.

 

Waldir veio a falecer na década de 1990.


Trabalhos:

 

Filmes

 

- Wick Campbell (Richard Boone) em Arizona Violenta

- Briggs, Pai de Delphine (Robert Brown) em Os Titãs Voltam à Luta na Atlântida

- Harry Goldman (Joey Bishop) em Comando Delta

- Juiz (Harry Davenport) em Do Mundo Nada Se Leva

- Antonio Lombardo (Tony Giorgio) em Capone - O Ganster

- M.A.A. (Clifton James) em A Última Missão

- Wheeler (Charles Tyner) em Trama Macabra

- Sr. Croyden (Lou Fant) em Tuff Turf - O Rebelde

- Ben Kimball (Jay C. Flippen) em A Passagem da Noite

- Professor Huston (Bernard Archard) em As Minas do Rei Salomão

- Xerife Hartman “Honest Pete” (Vincent Gardenia) em A Primeira Página

- McGowan (Philippe Leroy) em Vingança Cega

- Peter Hartman (Nigel Davenport) em Falcões da Noite

- James A. Wells (Wilford Brimley) em Ausência de Malícia

- Horace Gruning (Lou Frizzell) em Capricórnio Um

 

Séries
 

- Shemp Howard (Shemp Howard) (segunda voz) em Os Três Patetas

- Ulrich (Victor Buono) em Viagem ao Fundo do Mar

- Hagopian (Gene Dynarski), Sr. Reynolds (Reid Cruickshanks), e Larry Hertzog (Jim McKrell) em Esquadrão Classe A

- Tetsuzan Yamaji (Masaaki Hatsumi) em Jiraiya, o Incrível Ninja

 

Fontes: Diário Carioca, Versão Brasileira - AIC - SP (Orkut), Dublanet, Última Hora, Jornal do Brasil, O Governador, Diário da Noite, Diário de Notícias, A Scena Muda, Revista do Rádio, Marcelo Almeida, Danilo Andrade, Wikipédia, IMDB, Vaca Nerd, Marco Antônio Silva Santos, Augusto Bisson, Marco Antônio Silva Santos, Ronaldo Baptista.